Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sábado, 21 de janeiro de 2017

Você tem obrigação de saber quem você é!



A sua Vida é sua e só você pode vivê-la! Sendo assim, tudo - absolutamente tudo - em sua Vida é resultado de suas escolhas: apenas de suas escolhas! Não adianta querer culpar ninguém de nada... A bem verdade é que o outro só irá afetar sua Vida se você der este poder! Toda interferência que o outro causar em sua Vida será por permissão sua e escolha sua! Não adianta buscar argumentos nem justificativas para acreditar no contrário... As pessoas passam por nosso caminho, e as ações delas podem sim - de alguma forma - mudar os cursos de sua Vida se você escolher isso.
Isto incluí a opinião que as pessoas tem sobre você. É direito nato de cada um pensar, achar e julgar tudo como bem entender. E é direito seu acatar a opinião delas ou não!
Só existem duas pessoas no Universo todo que saberão mais de você do que você mesmo: Deus e sua mãe. Ainda assim, a mãe saberá tudo sobre sua natureza herdada geneticamente, ou seja, você terá traços dela mesma e de seu pai, alguém que ela conhece bem mas, ela não saberá mais sobre quem você se tornou. O conhecimento da mãe sobre nós é tão limitado quanto o conhecimento que qualquer pessoa tem sobre nós.
A frase que mais ouvi de pessoas que me conheciam apenas de vista e tiveram maior proximidade foi: “Nossa! Eu te achava tão metida!”. Sempre achamos que estamos aptos a julgar e classificar tudo mas, sempre estaremos nos baseando na primeira impressão e em nosso modo de enxergar tudo que está baseado exatamente em nossa personalidade: tudo o que somos se refletirá em nosso modo de enxergar e encarar o mundo! Isto quer dizer que o que vemos fora de nós, na verdade, está antes dentro de nós.
Pode ser muito interessante conhecer filho, marido, namorado, prima e todas as pessoas que nos relacionamos como a palma de nossa mão mas, não haverá vantagem alguma se não conhecermos a nós mesmos. E se você não conhece a si mesmo, é ledo engano você achar que conhece mesmo alguém... Quando o assunto é ‘ser humano’, conhecemos tudo do outro através da Empatia! Se você não se conhece, se você não sabe o que quer, se você não encara suas qualidades e seus defeitos, se você não enfrenta seus assuntos interiores, não tem como conhecer o outro. Porque conhecemos tudo e determinamos o que nos agrada ou não através da Identificação: eu reconheço o que está no outro porque está ou já esteve em mim!
Se você conhece a si mesmo, a opinião dos outros não será relevante. Sendo relevante, é altamente nocivo pra você - não apenas ao outro que te julga. Porque a partir do momento que a opinião dos outros te afeta, afetará seus rumos, suas ações e suas escolhas. Até seu comportamento será alterado porque irá se moldar conforme a opinião alheia para ser aprovado pelos outros. Chegará o momento então que você se tornará totalmente dependente da opinião alheia. Sempre precisará do palpite dos outros pra se mover no mundo e é por isso que culpamos sempre os outros: envolvemos as pessoas em nossas questões e lhes damos poder para determinar o que é e o que não é, o que pode e o que não pode.
Se os outros não derem alguma opinião ao seu respeito, você se sentirá sem rumo. Se sentirá reprovado e que não é aceito porque ninguém palpita o que é ou deve ser. Isto te leva a mais profunda frustração... Saiba mais sobre você mesmo(a)! E chegará o dia em que não precisará dos elogios alheios para se sentir algo bom e alguém capaz! E as críticas nunca irão te colocar pra baixo! Você jamais deve acreditar no que os outros dizem ao seu respeito, nem o que espalham sobre você por ai! Ninguém pode saber mais de você do que você mesmo mas, você pode cair na cilada de acreditar que você é o que dizem de você!
Licença Creative Commons
Você tem obrigação de saber quem você é! de Shimada Coelho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!